Visite-nos


Passeios guiados na RPPN Revecom


 

Esta visita guiada tem como objetivo disponibilizar informações sobre a Reserva Particular do Patrimônio Natural REVECOM –foto_criancas_2 RPPN REVECOM e mostrar a sua importância na conservação e preservação das espécies, para todos os visitantes em especial os alunos das escolas particulares e públicas. A visita é um produto derivado de dois programas desenvolvidos: o Programa de Educação Ambiental, Cidadania e Espiritualidade – PEACE e o Programa Voluntário de Atendimento à Fauna Selvagem – PVAFS.No programa desta visita, também chamada aula-passeio, estaremos destacando os animais nativos da região amazônica e a Mata Amazônica Estuarina e seus componentes constituintes: o cerrado, a mata de terra firme e a mata de várzea.

A Trilha Maracá II foi construída acompanhando uns dos braços do Igarapé da Mangueirinha cuja microbacia é intrínseca ao espaço geográfico que compõe a RPPN REVECOM. Ela inicia numa das cabeceiras e termina na foz onde o igarapé deságua no Rio Amazonas.

Com relação aos animais selvagens in situ (dentro da floresta) e ex situ (em logradouros) abordamos as características dos mamíferos, aves e répteis, os hábitos alimentares e a cadeia alimentar, a importância do balanceamento e adequação das dietas dos animais em cativeiro e a utilização dos recursos naturais, além da contribuição que cada animal dá para a vida natural.

O tempo estimado para o monitoramento pode oscilar de acordo com o interesse da turma em assuntos específicos.

Local: Área do parque e Centro de Convivência
Período: Manhã ou tarde
Horário previsto: Das 9h às 12h e das 14h às 17h
Tempo: De 2 horas e meia a 3 horas
Observação: Só atendemos visitas agendadas com antecedência mínima de 4 dias. Agende a sua aqui ou, para maiores informações, ligue: (96) 3281-3849 – De 9h às 10h e de 14h às 15h.

Ingressos

Pré-requisitos para participação na aula-passeio

Excursões e Grupos

Para grupos de excursões e grupos comuns torna-se necessário que uma pessoa se responsabilize pelo grupo. Nestes casos o Guia de Turismo ou o Responsável pelo Grupo deverão fazer contatos com Reserva, através do telefone indicado, afim de marcar uma data para receberem, na sede da RPPN, instruções gerais sobre o passeio e também receberão os ingressos após o pagamento dos mesmos. O número máximo de participantes é de 30 pessoas.

Escolas

Para excursões referentes ao Turismo Pedagógico torna-se necessário que uma professora(or) se responsabilize pelo grupo de alunos e que providencie um monitor para cada dez alunos. Nestes casos o Professor Líder deverá fazer contatos com Reserva, através do telefone indicado, afim de marcar uma data para receberem, na sede da RPPN, as instruções gerais sobre o passeio e também os ingressos após o pagamento dos mesmos. O número máximo de participantes é de 30 pessoas.

criancas_3

 

Listagem (e outras informações) com o nome e qualificação dos visitantes

 

Exigências para participação do passeio

  1. Vestimenta:
    1.1 – De preferência calça comprida e blusas de tecido leve, se possível de cor escura afim de não estressar os animais.
    1.2 – O calçado será, obrigatoriamente, o tênis ou bota.
    1.3 – nos dias quentes e ensolarados um chapéu ou boné.
  2. Equipamentos e outros:
    2.1 – Cantil, garrafa cantil ou assemelhado.
    2.1.1 – Trazer uma caneca plástica ou item assemelhado. OBS: Não será permitido o uso de copos descartáveis.
    2.2 – Embora a RPPN não possua uma população de mosquitos hematófagos (culicíneos e anofelinos) é recomendável que tragam um repelente para utilização se necessário.
    2.3 – poderão ser utilizadas máquinas fotográficas, conforme a orientação do guia. Binóculos são bem vindos.
    2.4 – Nos períodos chuvosos uma capa com capuz ou um pequeno guarda-chuva são muito úteis.
    2.5 – Recomendamos um produto à base de deltrametrina loção (várias marcas comerciais) para combate aos mucuins, pequenos ácaros comuns nas diversas regiões amazônicas. Utilização pós passeio em caso de prurido.

 

Alimentos/Lanches/Outros

 

Pontualidade

Os visitantes deverão observar a hora de início do passeio, sendo admitido atraso de no máximo 10 (dez) minutos. Após a tolerância, não será mais permitida a entrada. Esta medida é importante para o bom andamento das atividades. Caso ocorra atraso além da tolerância, não serão devolvidos os recursos pagos.

Amigos da Revecom